Patrimônios do Sul ganham campanha do Iphan e Ministério do Turismo

by - fevereiro 09, 2019



Ruínas Jesuíticas em São Miguel das Missões (RS)
Foto: Divulgação Prefeitura




A diversidade cultural e histórica dos três estados do sul agora é tema de uma campanha lançada no dia 7 de fevereiro em Porto Alegre (RS).



A campanha “Patrimônio Cultural do Sul: Turismo Cultural como ativo para o desenvolvimento das cidades históricas” reúne uma grande relação de edificações, conjuntos urbanos, manifestações, bens arqueológicos e ferroviários reconhecidos como referências culturais nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.



Esses bens culturais e atrativos turísticos serão divulgados, valorizados, promovidos e debatidos coletivamente entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Ministério do Turismo e parceiros, ao longo do ano de 2019.



Entre os Patrimônios Culturais do Sul está o Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo e 13 cidades históricas protegidas na região das Missões, no Rio Grande do Sul. O Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, também está listado entre os Patrimônios Culturais pelo Iphan e Ministério do Turismo.






Cataratas do Iguaçu (PR)
Foto: Divulgação



A proposta é promover o desenvolvimento turístico dessas regiões com base na preservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental. É integrante da Política Nacional de Gestão Turística dos Patrimônios Mundiais, uma das 35 metas propostas pelo Governo Federal para os primeiros 100 dias da gestão do presidente Jair Bolsonaro.



“Os bens naturais e manifestações culturais protegidos, em todo Brasil, possuem grande potencial turístico que, trabalhados e qualificados, como nessa parceria entre o MTur e o IPHAN, podem ampliar a atração de turistas e o desejo de explorar esses atrativos, além da responsabilidade de se preservar, ainda mais, o nosso patrimônio.”

Aluizer Malab
Secretário secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do Ministério do Turismo




“É com esse olhar que o Iphan mais uma vez tem o futuro como meta e, em 2019, busca atuar também com uma forte parceria com o Ministério do Turismo, visando implementar ações que incentivam o turismo cultural.”

Kátia Bógea
Presidente do Iphan




Outras boas notícias

0 comentários